Arrow 8 dicas de SEO para e-commerce

Hoje, é preciso ir além de direcionar pessoas dentro de uma faixa etária específica. Por isso, é fundamental ficar atualizado com dicas de SEO para e-commerce. Dessa forma, é possível aplicar as melhores técnicas para atrair e converter leads, além de ficar posicionado no topo das pesquisas.

17 / 03 / 2020

Você sabia que 60% dos cliques de busca orgânica vão para os três primeiros resultados nos mecanismos de pesquisa? Nunca foi tão importante ficar atualizado com dicas de SEO para e-commerce como agora.

Afinal, para a sua marca se destacar das outras, é preciso convencer não só as pessoas de que o seu produto é bom, mas fazer o Google tomar conhecimento da relevância de seu site. Neste artigo, entenda por que o SEO é tão importante para sua loja virtual e confira as principais sugestões sobre o assunto.

Conheça a importância do SEO para uma loja virtual

Os clientes gostam de saber que as empresas entendem suas necessidades individuais e querem cultivar relacionamentos com as marcas sem serem vistos como um número. Por exemplo, o nível de serviço pessoal da Amazon, incluindo recomendações pessoais, não seria possível sem SEO, marketing digital e inteligência de negócios.

Hoje, é preciso ir além de direcionar pessoas dentro de uma faixa etária específica. Antes da otimização de sites e do marketing digital, as empresas contavam com pesquisas para ver quais produtos e serviços eram os mais populares. No entanto, os pilares do SEO oferecem um nível totalmente novo para a capacidade de entender e analisar o comportamento do cliente.

Por meio deles, é possível monitorar os caminhos que o usuário percorre no site, verificar taxas de rejeição, frequência de cliques, taxa de carrinhos de compra abandonados, pedidos de clientes recorrentes etc.

Você pode participar das conversas nas mídias sociais e receber feedback tanto de pessoas satisfeitas quanto frustradas com seu empreendimento. Em seguida, use essas informações para melhorar a sua gestão.

A importância do SEO e o consequente rastreamento dos clientes no site aumentam a capacidade da marca de entendê-los. Assim, o desejo deles por uma experiência personalizada e a sensação de que a empresa se importa se tornam realidade.

Como resultado, há um número maior de conversões. Quanto mais investir em SEO e se dedicar à estratégia, mais conquistará os benefícios que representam ótimos retornos para sua receita.

Veja 8 dicas de SEO para e-commerce

Confira as dicas mais recomendadas para alavancar a estratégia de SEO e assim gerar mais tráfego no site.

1. Faça análise da concorrência

Comece identificando um conjunto de amostra de cinco domínios com os quais sua loja virtual compete. Se não tem certeza de quem são os principais concorrentes, use ferramentas como o SEMRush ou pesquise no Google.

Avaliação heurística

Faça uma inspeção de usabilidade para observar o que estão fazendo certo ou errado no marketing.

Auditoria de preços

Documente os preços para planejar suas principais ofertas de produtos e faça um relatório. Procure promoções e frequência de descontos oferecidos.

Posição de marketing

Observe como se posicionam no mercado. Pergunte a si mesmo: que mensagem e experiência estão entregando? Use essas informações como referência, mas preserve sua própria identidade.

Comentários

Leia o máximo de comentários possível sobre os negócios e produtos que oferecem.

Diferença de palavras-chave

Determine as palavras-chave para as quais seus concorrentes estão classificados e como sua posição se relaciona com a deles.

Auditoria de SEO

Analise os elementos tradicionais de SEO , como títulos da página, meta descrição, qualidade do conteúdo, links internos e outros. O objetivo de fazer essa avaliação é obter uma compreensão aproximada dos pontos fortes e fracos dos empreendedores que oferecem produtos similares aos seus.

A partir daqui, você fica em uma posição melhor para identificar sua vantagem competitiva enquanto concentra os esforços de SEO na direção certa.

2. Utilize pesquisas de palavras-chave

Defina as campanhas de SEO na direção certa com a pesquisa de palavras-chave apropriadas. Isso vai influenciar todos os esforços de otimização que implementar na loja da arquitetura do site à estrutura da página. É fundamental investir tempo para fazer isso bem-feito.

Priorize o uso de palavras com um alto volume de pesquisas por mês e que possam se transformar em acessos. O planejador de palavras-chave do Google é uma ferramenta gratuita que fornece variações aproximadas das métricas de palavras-chave raiz.

3. Otimize a estrutura do site

A maneira como o usuário interage com a loja é crucial para o sucesso das vendas. Uma estrutura de navegação desajeitada arruína qualquer esforço de otimização de mecanismo de pesquisa. Portanto, crie um design intuitivo, fácil de entender e interagir com os usuários. Consulte o Google Analytics para entender o fluxo de metas do público-alvo.

4. Crie URLs amigáveis

A legibilidade sempre foi um grande fator de otimização, inclusive de SEO local. Agora, mais do que nunca, visto que as pesquisas por voz se tornam mais importantes e os mecanismos tentam fornecer resultados mais precisos.

Por isso, adquira o hábito de usar URLs estruturadas, de forma que faça sentido tanto para o usuário quanto o Google. Antes de clicar no link, qualquer pessoa ou sistema tem de saber o que vai encontrar.

5. Aposte em link building

Use links internos para aumentar o tráfego das páginas. Isso ajuda os visitantes a navegarem em outros conteúdos, permite a venda cruzada de produtos e facilita o rastreamento do site no Google para sua marca alcançar uma posição mais alta no resultado de pesquisa.

Depois de começar a ver os visitantes acessando a loja a partir da pesquisa online, considere vincular páginas com maior tráfego orgânico àquelas você ainda está tentando classificar.

6. Escreva descrições de produtos otimizadas para SEO

É desestimulante consultar o texto das características do produto e ver que alguém apenas copiou e colou a informação ali. Além do mais, páginas com conteúdos duplicados na internet não otimizam bem. Para evitar problemas, escreva descrições personalizadas sobre os produtos. Use uma linguagem clara, objetiva e atraente para gerar mais visualizações e influenciar positivamente a compra.

7. Produza conteúdo útil com frequência

Uma das melhores maneiras de começar a classificar palavras-chave direcionadas é alimentando o blog. Ao fazer isso, é possível incorporar o SEO Copywriting com a pesquisa de palavras relevantes para enquadrar tópicos que respondam proativamente às perguntas do consumidor.

O conteúdo estimula clientes em potencial a dedicar mais tempo de navegação, estimula a assinatura de newsletters, download de outros materiais e, claro, as compras. Por isso, invista sem medo e seja consistente.

8. Otimize o site para dispositivos móveis

Agora, os smartphones representam a maior parte do tráfego de comércio eletrônico e excede os computadores como a principal fonte de pesquisas no Google. Com isso, é necessário garantir que as páginas sejam otimizadas para dispositivos móveis. Algumas práticas são: usar layout simples, fontes maiores e de fácil compreensão, navegabilidade compatível com a tela do celular etc.

Gostou das dicas de SEO para e-commerce? São técnicas usadas por vários especialistas para melhorar a navegabilidade do site, fazer com que a experiência do usuário seja boa e os pedidos sejam efetuados sem nenhuma dificuldade.

O que você faz ou pretende fazer para otimizar as suas páginas de vendas? Deixe um comentário para nos contar.